sábado, 2 de junho de 2007

Amor Distante





O tempo passa e numa ânsia louca
tenho pressa em te revelar,
que mesmo em sonhos beijo tua boca
e dia e noite só penso em te amar.

Em raios de sol vejo teus cabelos,
no céu sem nuvens o teu lindo olhar,
na madrugada sinto os apelos
do coração que quero te entregar.

Do meu jardim tu és a esperança,
que pousa mansa na flor para afagar,
tens o lirismo e ternura de criança
e a magia do azul do imenso mar.

Nos meus versos tua luz está presente,
musa eterna da minha inspiração,
mesmo distante te envolvo docemente,
no amor sincero e o calor da minha paixão.

Amo-te tanto que reprimo sentimentos,
tendo receio de meus desejos revelar,
passando noites de saudade e sofrimento
me confessando com as estrelas e o luar.




* Falcão S.R *

www.LuzdaPoesia.Com
Direitos Autorais Protegidos Por Lei



3 comentários:

  1. LINDO MARAVILHO TUDO É PERFEITO QUANDO SE AMA DE VERDADE. PARABÉNS AO AUTOR

    ResponderExcluir
  2. amei
    muito lindo parabens pelo autor desse poema

    ResponderExcluir
  3. Amei mto lindo, o autor de parabéns!

    ResponderExcluir